segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Todo dia ela faz tudo sempre igual, ...


Fim na metrópole

As cordas vocais metálicas
A respiração ofegante
Que não faz fotossíntese
Afônicas, as risadas ainda estáticas
O sobressalto!
Novas ordens no alto-falante
Apoiado nas gigantes construções fálicas
Os cheiros e odores
Misturados à ausência pulmonar
Correm barrigas e umbigos
Apressados na esperança de cedo chegar

Cabe o desejo de falar com aquele?
-Pode não!, responde mais um
Excluído condutor
-Tens vontade de passar adiante?
- Porquê?, pergunta irritado
Alguém preso no instante.

Sobre a fome de cores,
Se reúnem todos no cinza
O sexo ardil; janela fechada
É melhor evitar o olhar voyeurista

Na manhã mais uma seqüência
Passos apressados e a mesma turbulência
Um revólver na mão da senhora
Um beijo não dado, o adeus
O gosto de jaca dura no fim da tarde
E a lembrança de correr lá fora.
****
Posto uma tentativa diferente; algo fora da temática introspectiva-jovem mulher - angústia. Embora, dou uma pequena dica "autoral", continue presente a figura do feminino. Ora como metrópole, ora como senhora, sempre como assassina.
****

7 bocejos:

Net Esportes disse...

gostei dessa passagem

"Na manhã mais uma seqüência
Passos apressados e a mesma turbulência"

NeTtO disse...

putsss
tah bem massa...eh teu????
gosteiii...parabensss...
:D

Antonoly disse...

Oi Julia, me sentirei honrado em ser linkado por vc, pois adorei seu blog, muito bem escrito, coisa rara nesse mundo de blogs. Você escreve de uma maneira que "prende" a atenção. Vou te linkar também e vou te colocar como favorita no Blogblogs.
Beijos!
www.blogantenado.wordpress.com

Helder Ribau disse...

optimo refugio aqui...

www.ditosecontos.blogspot.com

César Fernández disse...

uaaal, gostei muito! voltarei^^

MaxReinert disse...

Eita... muito obrigado pela visita, pelo comentário e pelo adjetivo!!!! hehehehehe

Seu blog também é muito legal!
Gosto bastante da temática feminina (trabalho com uma atriz há 13 anos, quase sempre criando os espetáculos com e para ela!)... assim que me senti interessado pela sua escrita!!!

Com certeza um local em que voltarei.... muitas vezes!!!

bjzzzzzzzz

MaxReinert disse...

p.s.: ... e ainda sou apaixonado pelo Chico... mas, clichê... afinal, quem não é?????